CIMENTAÇÃO ADESIVA EM TRATAMENTOS ESTÉTICOS COM LAMINADOS CERÂMICOS REFORÇADOS COM DISSILICATO DE LÍTIO

revisão da literatura

  • Alexsandra Lacerda de Paula faces
  • Karla Pereira Lima
  • Lucas Carvalho Simão
Palavras-chave: Cimentação Adesiva. Adesão. Dissilicato de Lítio

Resumo

A cimentação adesiva de restaurações indiretas em cerâmicas tem obtido grandes vantagens, possibilitando a integração químico-mecânica do remanescente dentário e a restauração cerâmica como uma estrutura integral. A correta seleção do material cimentante e aplicação da técnica de cimentação partindo de um planejamento criterioso garantem a execução de um tratamento satisfatório, tais como baixa solubilidade aos fluidos bucais, selamento marginal, maior resistência da peça cerâmica devido ao substrato dentário e à peça tornarem-se um corpo único, maior retenção e não descolamento da cerâmica dando maior longevidade à restauração. O objetivo deste estudo é revisar o processo de cimentação adesiva em laminados cerâmicos reforçados em dissilicato de lítio, incluindo os cuidados no manuseio dos agentes cimentantes e sua seleção e técnica, para que se obtenham resultados de excelência no trabalho restaurador estético. Para tal foi realizado levantamento em varias bases de dados, Medline, Scielo, Pubmed, Goolgle Acadêmico, livros sobre o tema. O Resultado clínico é devido ao conhecimento do profissional ao material cerâmico de escolha e de todas as etapas e passos clínicos. . Concluiu-se que a cerâmica reforçada por dissilicato de lítio apresenta-se como um dos materiais cerâmicos mais escolhidos, devido à combinação de suas propriedades mecânicas com suas propriedades óticas, que apresentam assim boa taxa de sucesso.

Palavras-chave: Cimentação Adesiva. Adesão. Dissilicato de Lítio.

Referências

1. Silva AMT, Figueredo VMG, Farias ABL, Brito NMSO, Catão MCV, Queiroz RC. Estratégias de Cimentação em Restaurações Livres de Metal: Uma abordagem sobre tratamentos de superfície e cimentos resinosos. Revista Bahiana de Odontologia, março 2016 [acesso 20de agosto de 2020] v. 7, p. 49-57. Disponível em: https://www.researchgate.net/profile/jose_de_queiroz3/publication/301528775_estrategias_de_cimentacao_em_restauracoes_livres_de_metal_uma_abordagem_sobre_tratamentos_de_superficie_e_cimentos_resinosos/links/5738a6f508ae9f741b2bd14a.pdf .
2. Gomes EA, Assunção WG, Rocha EP, Santos PH. Cerâmicas Odontológicas: O estado Atual. Cerâmica 54. Araçatuba-SP (2008) 319-325.
3. Fernandes MG, Matos H, Santos L, Souza SM. Restaurações Estéticas Indiretas: relatos de casos clínicos. Odontologia. Clín.-Científ. Recife, 6(4): 329-333, out/dez, 2007.
4. Castro AHL. Laminados Cerâmicos: revisão de literatura. 2017. 29p. Trabalho de conclusão de curso (bacharelado - Odontologia) - Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho, Faculdade de Odontologia de Araçatuba. Disponível em: Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/156620 .
5. Cruz ELF. Facetas Cerâmicas – Uma Alternativa Segura e Previsível. . Monografia (grau de Mestre em Medicina Dentária). Porto: Universidade Fernando Pessoa – Faculdade Ciências da Saúde, 2013.
6. Alothman Y. The Success of Dental Veneers According To Preparation Design and Material Type. Macedonian Journal of Medical Sciences, 2018 Dec. 20. V. 6, N° 12, p. 2402- 2408.
7. Cardoso P, Decursio R, Lopes L, Souza J. Importância da Pasta de Prova (Try-In) na Cimentação de Facetas Cerâmicas - Relato de Caso. Revista Odontológica Brás Central 2011[acesso 21 de agosto de 2020]; p.166-171. Disponível em: https://www.robrac.org.br/seer/index.php/ROBRAC/article/view/575 .
8. Vendeiro IP. Protocolos de Cimentação Definitiva nas Cerâmicas Feldspáticas & Cerâmicas Reforçadas. Monografia (grau de Mestre em Medicina Dentária). Porto: Universidade Fernando Pessoa - Faculdade Ciências da Saúde, 2015.
9. Skripnik NN. Cerâmicas para facetas em dentes anteriores: uma revisão de literatura. Santa Catarina, 2016. 37p. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Odontologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.
10. Carneiro AGO. Dissilicatio de Lítio. Monografia (grau de mestrado em Medicina Dentaria). Porto - Faculdade de Ciências da Saúde - 2016.
11. Guerra, CMF, Neves CAF, Almeida ECB, Valones MAA, Guimarães RP. Estágio Atual das Cerâmicas Odontológicas. Internacioanl Journal Of Dentistry, Jul / Set 2007, 6(3): p90-95.Recife.
12. Abreu HRL. Facetas Sem Preparo - Um Conceito Atual. Monografia (Especialização). Porto: Universidade Fernando Pessoa; 2013.
13. Garofalo JC. A Importância dos Cimentos Resinosos Cromatizados e das Pastas TRY-IN na Otimização de Resultados Estéticos. Revista FGM News, 2015 [acesso 22 de agosto de 2020]; v. 17, p. 110-116. Disponível em: https://issuu.com/fgmprodutosodontologicos/docs/projeto_gr__fico_revista_fgm_2015 .
14. Oliveira GA. IPS E.MAX – Soluções em Facetas Cerâmicas. Faculdade Milza Bacharelado em Odontologia. Monografia (Graduação em Odontologia) – Faculdade Maria Milza, Governador Mangabeira-BA 2017.
15. Lanza MDS, Vasconcellos WA, Miranda GLP, Peixoto RTRC, Lanza LD. Different bonding agents effect on adhesive bond strength: lithium disilicate glass ceramic..Revista odontologica UNESP vol.49 Araraquara 2020 Epub 07 de setembro de 2020 [acesso 22 de agosto de 2020]. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1807-2577.02020 .
16. Pieger S, Salman A, Bidra A. Clinical results of single lithium disilicate crowns and partial dentures: a systematic review. The Journal of Prosthetic Dentistry. Jul. de 2014, páginas 22-30.
17. Santos FYA, Soares TA. Lentes de Contato Dental: Indicações e Limitações. Centro Universitário São Lucas. Porto Velho - RO 2019.
18. Silva W, Santana P, Montenegro G, Pinto T, Carvalho H, Olímpio L, Pereira PF. Um Novo Conceito para Preenchimento e Cimentação de Núcleos de Fibra de Vidro e Cerâmicas Puras. Revista FGM News, 2015 [acesso 22 de agosto de 2020]; v. 17, p. 96-101. Disponível em: https://issuu.com/fgmprodutosodontologicos/docs/projeto_gr__fico_revista_fgm_2015 .
19. Badini G, Tavares ACS, Guerra MAL, Dias NF, Vieira CD. Cimentação Adesiva – Revisão de Literatura. Revista Odonto, 2008 [acesso 28 de agosto de 2020]; V16 N° 32, p. 105-115. Disponível em: https://doi.org/10.15603/2176-1000/odonto.v16n32p105-115 .
20. Oliveira DCRS, Rocha MG. Cimentação de peças cerâmicas livres de metal: Qual cimento utilizar? Prosthes. Lab. Sci. 2016; 6(21): 78.
21. Garofalo JC. Cimentação Adesiva. Laboratório Aliança de Próteses Odontológicas, São Paulo, Jan. 2018.
22. Makishi P, André C, Silva LJ, Bacelar-sá R, Sobrinho LC, Giannini M. Effect of Storage Time on Bond Strength Performance of Multimode Adhesives to Indirect Resin Composite and Lithium Disilicate Glass Ceramic- Oper Dent. 2016 Sep-Oct; 41(5): 541-551. doi: 10.2341/15-187-L. Epub 2016 Jul 5. PMID: 27379836.
23. Montenegro G, Silva W, Pinto T. Laminados Cerâmicos: Simplificando a Cimentação. Full Dent. Sci. 2015; 6(24).
24. Cavalheira TB, Goyata F, Rodrigues CRT, Souza MCA. Resolução Estética em Dentes Anteriores com Coroas Totais Livres de Metal - relato de caso clínico. Revista Brasileira de Odontologia, 2010 abril-junho. [acesso 28 de agosto de 2020]; V 9(2): p102-106. Disponível em: http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?pid=S1806-146X2010000200010&script=sci_arttext&tlng=pt .
25. Costa LT. Laminados cerâmicos com diferentes preparos da estrutura dentária: uma revisão de literatura. Porto Alegre, 2015. 33p. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Odontologia) – PUCRS.
26. Namoratto LR, Ferreira RS, Lacerda V, Filho H, Ritto FP. Cimentação em Cerâmicas: Evolução dos Procedimentos Convencionais e Adesivos. Revista Brasileira de Odontologia, 2013 [acesso 28 de agosto de 2020]; V.70, N° 2, p. 142-7. Disponível em: http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?pid=S0034-72722013000200009&script=sci_arttext&tlng=pt .
27. Padilha SC, Oertli DCB, Pereira KL, Filho PFM, Silva CHV. Cimentação Adesiva Resinosa. International Journal Of Dentistry, Recife, v. 2, p. 262-265, jul./dez. 2003.
28. Hilgert LA, Junior SM, Vieira LCC, Gernet W, Edelhoff D. A Escolha do Agente Cimentante para Restaurações Cerâmicas. Clínica - International Journal of Brazilian Dentistry, Florianópolis, v.5, n.2, p. 194-205, abr./jun.
29. Gary ADMD. Preparing Porcelain Surfaces for Optimal Bonding. Co-director, Long Island Center for Dental Esthetics and Occlusion; Private Practice, Huntington, New York.July | August 2008—Volume 29, Number 6.
30. Martins LCS, Arruda FJS, Boer NP, Fernandes SL. Agreement of an institutional risk classification assessment protocol. Innovations Implant Journal: Biomaterials and Esthetics, v. 9, p. 91-95, 2014.
31. Harumi OHC. Aplicação dos cimentos resinosos associados a sistemas cerâmicos condicionáveis: revisão de literatura e relato de caso. 2018.70 f, il. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em odontologia)-Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
32. Calixto R, Massing N. Restaurações cerâmicas em dentes anteriores. Rev. Dental Press Estét. 2012 out-dez; 9(4): 20-7.
33. Nascimento AS, Oliveira JE, Braz R. Facetas – Cimentação Adesiva com Cimento Veneer. Revista Faculdade de Odontologia de Lins/Unimep, Dezembro 2015 [acesso em 2 de setembro de 2020]; v. 25, p. 67-73. https://www.metodista.br/revistas/revistas-unimep/index.php/Fol/article/view/2637
34. Moradas EM. New Resin Cements Agents in Conservative Dentistry: Indications and Possible Risks. Rev Literature. Journal of Materials Science & Nanotechnology, vol. 5 / Issue 2 - 2017.
35. Dapieve KS, Marinho RMM, Venturini AB, Valandro LP. Cimentação adesiva: como o tratamento de superfície de cerâmicas vítreas age no comportamento mecânico das restaurações e na adesão a cimentos resinosos. Revista Prótese News 10 de outubro de 2019[acesso 31 de agosto de 2020]; v-6 n5. Disponível em: HTTPS://protesenews.com.br/os-desafios-da-cimentacao-adesiva/ .
36. Zogheib LV, Bona AD, Kimpara ET, Mccabe F. Jonh. Effect of Hydroflurie Acid Etching Duration on the Roughness and Flexural Strength of a Lithium Disilicate-Based glass Ceramic. Braz. Dente. J. Ribeirão Preto, 2011 [acesso em11 de outubro de 2020]; v. 22, n. 1, pág. 45-50, 2011. Disponível em: . https://doi.org/10.1590/S0103-64402011000100008 .
37. Fernandes HGK, Marinho MAS, Pereira EM, Ribeiro JCR, Ribeiro MM. Evolução dos Adesivos Dentários: Revisão de Literatura. Revista da Universidade Vale do Rio Verde, Três Corações, ago./dez. 2016 [acesso 05 de outubro de 2020]; v. 14, p. 552-561. Disponível em: Revista da Universidade Vale do Rio Verde, ISSN-e 2236-5362, ISSN 1517-0276, Vol. 14, Nº. 2, 2016 .
38. Malheiros AS, Fialho FP, Tavarez RRJ. Cerâmicas Ácido Resistentes: A Busca por Cimentação Resinosa Adesiva. São Luís: Centro Universitário do Maranhão – UNICEUMA, 2013.
39. Freitas AP, Sábio S, Costa LC, Pereira JC, Francisconi PAS. Cimentação adesiva de restaurações cerâmicas [Internet]. Revista Salusvita. 2005 [acesso 31 de agosto de 2020]; 24(3): 447-457. Disponível em: http://iah.iec.pa.gov.br/iah/fulltext/lilacs/salusvita/2005v24n3/salusvita2005v24n3p447-457pt459-468en.pdf .
40. Kalavacharla VK, Lawson NC, Ramp RC, Burgess JO. Influence of Etching Protocol and Silane Treatment with a Universal Adhesive on Lithium Disilicate Bond Strength. Operative Dentistry, 2015, v. 40 ed.4, 372-378.
41. Oliveira PFG, Rabello TB. Tratamento de Superfície Para a Cimentação Adesiva de Cerâmicas à Base de Zircônia: Revisão de Literatura. Revista Brasileira de Odontologia, jan./mar. 2017 [acesso 13 de outubro de 2020]; v. 74, n. 1, p. 36-9.
42. Maior JRS, LIMA ACS, Souza FB, Silva CHV; Filho PFM, Beatrice LCS. Aplicação Clínica de Cimento Resinoso Autocondicionante em Restauração Inlay. Revista Odontologia Clínico-Científica, mar. 2010 Recife [acesso 13 de outubro de 2020]; v. 9, p. 77-81.
43. Lima VP. Tratamentos Superficiais de Sistemas Cerâmicos para União a Cimentos Resinosos. Revista da Faculdade de Odontologia - UPF, 15 ago. 2018 [acesso 23 de outubro de 2020]; v. 23, N° 1. Disponível em: https://doi.org/10.5335/rfo.v23i1.7876
44. Gualberto GF, Batista IB. Facetas indiretas em cerâmica: Revisão de Literatura. Belo Horizonte, 2018. Trabalho de Conclusão de Curso-Universidade vale do Rio Verde – UninCor.
45. Santos GCJ, Santos MJMC; Rizkalla S. - Adhesive Cementation of Etchable Ceramic Esthetic Restorations. Journal of the Canadian Dental Association, Junho 2009, Vol. 75, N° 5.
46. Martins L, Fonseca AA, Alves L, Thomaz R, SÁ J, Mendonça L. Restabelecimento Estético com Laminados Cerâmicos. Revista FGM News, Joinville, v. 21, p. 70-73, jan. 2019.
47. Mazioli CG, Peçanha MM, Daroz LGD, Siqueira CA, Fraga MAA. Resistência de união de diferentes cimentos resinosos a cerâmica à base de dissilicato de lítio. Revista de odontologia da UNESP. May/June 2017[acesso 01 de setembro de 2020] vol.46 n° 3. Disponível em: . https://doi.org/10.1590/1807-2577.21916.
48. Conceição EN. Restaurações Estéticas: Compósitos, Cerâmicas e Implantes. Ediçao 01. Porto Alegre: Ed. Artmed, 2005.
49. Ribeiro CMB, Lopes MWF, Farias ABL, Cabral BLAL, Guerra CMF. Cimentação em Prótese: Procedimentos Convencionais e Adesivos. International Journal Of Dentistry, Recife, jun. 2007; v. 6, p. 58-62.
50. Bernadon P. Correction of Vertical Smile Discrepancy through Ceramic Laminate Veneers and Surgical Crown Lengthening. Hindawi Publishing Corporation, v.2019, p.1-8, 2019. Case Reports in Dentistry, vol. 2019, Artigo ID 1230610, 8 páginas, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.1155/2019/1230610 .
51. Alto RVM. Reabilitação estética anterior: o passo a passo da rotina clínica. Editora Napoleão, 2019.
52. Arinelli AMD, Pereira KF, Prado NAS, Rabello TB. Sistemas Adesivos Atuais. Revista Brasileira de Odontologia, Rio de Janeiro jul./set. 2016 [acessado 20 de outubro de 2020]; v. 73, n. 3, p. 242-246. ISSN 1984-3747. Disponível em: http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?pid=S0034-72722016000300012&script=sci_arttext&tlng=pt .
Publicado
2021-02-24
Como Citar
de Paula, A., Lima, K., & Simão, L. (2021). CIMENTAÇÃO ADESIVA EM TRATAMENTOS ESTÉTICOS COM LAMINADOS CERÂMICOS REFORÇADOS COM DISSILICATO DE LÍTIO. Revista Cathedral, 3(1), 15-23. Recuperado de http://cathedral.ojs.galoa.com.br/index.php/cathedral/article/view/250
Seção
Artigos