DORES MUSCULOESQUELÉTICA NA REGIÃO CERVICAL, TORÁCICA ALTA RELACIONADA A POSTURA INDEVIDA E USO PROLONGADO DO APARELHO CELULAR, UMA REVISÃO DE LITERATURA.

  • caio alves marlon Cathedral-RR
  • Marcus Vinicius Rocha Cardoso
  • Girlane Marques
Palavras-chave: Palavras-chave: Dor. Cervical. Smartphone. Postura. Músculoesqueletica.

Resumo

RESUMO
Introdução nas últimas décadas a tecnologia tem avançado devido ao grande processo de evolução, tem feito mais parte da vida e do cotidiano dos seres humanos. Objetivo O objetivo deste estudo é evidenciar uma possível relação entre o quadro de dor cervical e torácica alta, relacionado ao uso postural indevido e prolongado do aparelho celular. Método foram utilizadas como ferramenta de busca as bases eletrônicas de dados (LILACS), Scientific Electronic Library Oline (SciELO) Brasil, ERIC, CAPES e Google Acadêmico. Considerações Finais Diante do exposto, podemos concluir que, nesta pesquisa mostra estudos que relacionaram a prevalência de dor com a má postura. A porcentagem de queixas de dores cervicais na população geral, demonstra ser maior no gênero feminino cerca de 78,9% e a maior taxa de dor de 69,5% era de estudantes entre 18 e 20 anos. Sendo imprescindível novos estudos.
Palavras-chave: Dor. Cervical. Smartphone. Postura. Músculoesqueletica.

Referências

REFERÊNCIAS
1.Fernando M. – 29 -Pesquisa anual de administração e uso de tecnologia da informação-fundação Getúlio Vargas. São Paulo 2018.
2.Catharine N. O., Nunes R. Nogueira M., Bueno N., Teles E.C, Ribeiro J. Prado Reis F.- Correlações clinicas entre variações anatômicas sensitivas no plexo nervoso cervical com quadro de cervicalgias da Sindrome do text neck (pescoço e texto) por uso indevido de smartphones- Universidade Tiradentes/Morfologia Aracaju- SE- 2017.
3. Corrêa J. S, Priscila W.,Trevisan M., Claudia M. T., Rossi A - Correlation between head posture, pain and disability index neck in women with complaints of neck pain- 2012.
4.SACCO, I.C.N. et al. Análise biomecânica e cinesiológica de posturas mediante fotografia digital: estudo de casos. R. Bras. Cinesiol. Mov., Brasília, DF, v.11, n.2, p.2533, jun. 2003.
5. MAGEE, D.J. Avaliação musculoesquelética. 3.ed. Barueri: Manole, 2002.
6. Liliam A. ANDRADE, ANDREY R.CAMPOS GOLIA-SPhysical therapy in the treatment of compression vertebral thoracic fracture: a case report- Revista UNINGÁ, Maringá –PR, n.22, ,out./dez. 2009.
7. International Association for Study of Pain (IASP). Concensus development conference statement: the integrated aproach to the management of pain. J Accid Emerg Med 1994; 6(3): (document number – 491-292)
8.Juliana C. soares, Pricila W.Maria T. Claudio T.Angela G. Rosse, Correlação entre postura da cabeça, intensidade da dor e índice de incapacidade cervical em mulheres com queixa de dor cervical, Fisiot. Pesqui. vo:l9 Saopaulo jan/ marc, 2012
9. Morgan-Jones R, Cutler L, Kaul S. Patient satisfaction with pre-operative analgesia in acute trauma. J R Coll Surg Edimb 2000; 45(6): 371-3.
10. David J. Magee, JamesE. Zachazewski, William S. Quillen- Pratica da reabilitação musculoesquelética, princípios e fundamentos, Pg:258- 261, Ed. Brasil2013.
11. Anatomia Humana Sistêmica e Segmentar/ Jose Geraldo Dangelo, Carlos Américo Fattini- 3 ed. São Paulo: Editora Atheneu 2007, Cap: 5 pg 55.
12 Anatomia orientada para a clínica / Keith L. Moore, Arthur F. Dalley, Anne M.R. Agur; tradução Claudia Lucia Caetano de Araujo. - 7. ed. - Rio de Janeiro: Koogan, 2014.
13. Gray’s, anatomia / Susan Standring ; [tradução Denise Costa Rodrigues... et al.]. - Rio de Janeiro : Elsevier, 2010.
14-Netter, anatomia para colorir / John T. Hansen ; ilustrações de Frank H. Netter, Carlos A. G. Machado ; [tradução Fernanda Gurgel Zogaib... et al.]. - Rio de Janeiro : Elsevier, 2010.
15- Sobral MKM, Da Silva PG, Vieira RAG, et al. A efetividade da terapia de liberação posicional (TLP) em pacientes com cervicalgia. Fisioter Mov 2010;23;(4):513-21
16-R.Marcel V. Silva, Márcio S. Lima, Fernando H. Costa, Ana Carolina da Silva:.Effects of chiropractic care in patients with cervical pain: a systematic review.Rev Dor. São Paulo, 2012 jan-mar;13(1):71-4.
17- Ingrid B. Saueressig, Valéria Mayaly A. de O., Michelle Katherine A. Xavier, Luan Ricardo A. dos S., Kelvin Mikael A. Silva, Rodrigo C. de Araújo- Prevalence of musculoskeletal pain in adolescents and its association with the use of electronic devices; Rev Dor. São Paulo, 2015 abr-jun;16(2):129-35.
18- KimHJ, Kim JS. The relationship between smartphone use subjective musculoskeletal symptoms and university students. Journal of physical therapy science. 2015;27(3):575-79.
19- Skierkowski, D., Wood, R.M., 2012. To text or not to text? the importance of text adults - baseline questionnaire), in Rapport från Arbets- och miljo€medicin messaging among college-aged youth. Comput. Hum. Behav. 28 (2), 744e756.
20- CANDIDO, Jose Paulo. Dor cervical e uso de dispositivos eletrônicos em universitários: prevalência e fatores associados. Dissertação (Mestrado em Fisioterapia - Área de Concentração: Fisioterapia em Saúde Funcional) - Universidade do Sagrado Coração, Bauru, 2018.
Publicado
2020-02-11
Como Citar
marlon, caio, Rocha Cardoso, M., & Marques, G. (2020). DORES MUSCULOESQUELÉTICA NA REGIÃO CERVICAL, TORÁCICA ALTA RELACIONADA A POSTURA INDEVIDA E USO PROLONGADO DO APARELHO CELULAR, UMA REVISÃO DE LITERATURA. Revista Cathedral, 2(1). Recuperado de http://cathedral.ojs.galoa.com.br/index.php/cathedral/article/view/94
Seção
Ciências da Saúde